Endividamento

A Companhia encerrou o 2T18 com uma dívida bruta¹ de R$ 5.787,8 milhões, um total 26,3% maior em relação ao 2T17. As disponibilidades somaram R$ 1.505,6 milhões no 2T18 ante R$ 931,9 milhões do mesmo período do ano anterior.

Dessa forma, a dívida líquida da Companhia totalizou R$ 4.282,2 milhões no 2T18, um aumento de R$ 630,1 milhões em relação ao valor de R$ 3.652,1 milhões do 2T17. Esse aumento deve-se principalmente aos fatores abaixo:

(i) emissões de R$ 1.813,2 milhões no período de 12 meses, incluindo Debêntures, CCB’s, Finem e Finep com destaque no 2T18 para a 4ª emissão de notas promissórias (empréstimo-ponte para Capitalização) no valor de R$ 740 milhões; compensado parcialmente pelas:

(ii) amortizações e pagamento de juros de debêntures, CCB, FINEM, FINEP e Conta Garantida, de R$ 550,7 milhões, no período de 12 meses, com destaque para as amortizações do CCB Bradesco no valor de R$ 120,0 milhões, da Conta Garantida da Caixa Econômica Federal no valor de R$ 100 milhões, da 13ª Emissão de Debênture no valor de R$ 80,0 milhões, da 19ª Emissão de debênture no valor de R$ 71,1 milhões e da 20ª Emissão de debênture no valor de R$ 70,0 milhões.

(iii) redução do saldo das despesas com fundo de pensão em R$ 58,6 milhões;

(iv) aumento de R$ 573,7 milhões no saldo de caixa impactado principalmente pelo adiantamento para futuro aumento de capital de R$ 900,0 milhões.

 

Dívida - R$ milhões 2T18 2T17 Var (%)
Empréstimos, Financiamentos e Debêntures 4.568,5 3.306,0 38,2%
Fundo de Pensão 1.219,3 1.277,9 -4,6%
(-) Disponibilidades¹ 1.505,6 931,9 61,6%
Dívida Líquida 4.282,2 3.652,1 17,3%
EBITDA (12 meses) 964,8 860,9 12,1%
Despesa com FUNCESP (12 meses) 381,8 392,1 -2,6%
EBITDA Ajustado (12 meses) 1.346,7 1.252,9 7,5%
Despesas financeiras sobre empréstimos² (338,8) (517,1) -34,5%
Dívida Líquida/EBITDA Ajustado 3,18 2,91 9,1%
EBITDA Ajustado/Despesa financeira² 3,97 2,42 64,0%
(1) Caixa, equivalentes de caixa e investimentos de curto prazo
(2) Despesa financeira sobre empréstimos (caixa) (12 meses)

¹ Dívida Bruta corresponde ao somatório dos empréstimos, financiamentos, leasing financeiro e debêntures de curto e longo prazo, além do saldo devedor com o fundo de pensão de R$ 1.219,3 milhões (não considerando o efeito líquido de ganhos/perdas atuariais no montante de R$ 2.458,9 milhões).

 

 

*Prazo médio considera principal; custo médio considera principal e juros.


No 2T18, a dívida da Eletropaulo atrelada ao CDI² foi de R$ 3.928,1 milhões com um custo médio de CDI + 2,12 % a.a., maior do que o registrado no 2T17 de CDI + 2,00 % a.a. sob a dívida de R$ 2.871,3 milhões em função, principalmente, das novas emissões e pagamentos de dívidas ocorridas no período, conforme descritas acima.

O saldo da dívida atrelada aos demais índices³ no 2T18, principalmente IGP-DI + 5,8% a.a. é de R$ 1.783,0 milhões ante R$ 1.663,2 milhões ao custo médio de IGP-DI + 5,9% a.a. registrado no 2T17.

O prazo médio da dívida no 2T18 é de 3,3 anos, patamar inferior ao prazo de 4,3 anos do 2T17, também explicado pelas novas emissões e pagamentos de dívidas ocorridas neste período.

A seguir, é mostrada a segregação da dívida bruta da Companhia por indexador e cronograma de amortização:


* Referente a Empréstimos, Financiamentos e Debêntures incluindo principal, juros e custos a amortizar.


** Fluxo composto por amortização de principal, juros acumulados e saldos de diferidos. Não considera arrendamento financeiro.

² Dívida atrelada ao CDI compreende somatório de principal, encargos e custos a amortizar das debêntures, notas promissórias e cédulas de crédito bancário (CCB).
³ A dívida atrelada aos demais índices compreende o somatório do FINEM, FINEP e fundo de pensão (excluindo corredor).


Escala de rating da Companhia

   

 

Últimas atualizações: Fitch - Jul'18; S&P-Jul'18; Moodys - Jun'18; 1-Moeda Local; 2-Moeda Estrangeira.

 

 

 

Cláusulas Restritivas ("Covenants")

Para efeito de cálculo dos covenants da Companhia, considera-se o saldo devedor com o fundo de pensão de R$ 1.219,3 milhões em 30 de junho de 2018 (não considerando o efeito de perdas atuariais líquidas do plano de pensão, registradas em “outros resultados abrangentes” no montante de R$ 2.458,9 milhões).

Considerando o EBITDA conforme previsto nos covenants dos últimos 12 meses findos em 30 de junho de 2018, a Eletropaulo apresentou indicadores Dívida Líquida/EBITDA Ajustado de 3,18x, e EBITDA Ajustado/Despesa Financeira de 3,97x.

 

Os covenants da dívida são:

(i) Dívida Líquida/EBITDA Ajustado não pode ser superior a 3,5x e

(ii) EBITDA Ajustado/Despesa Financeira não pode ser inferior a 1,75x.

Desta forma no 2T18, a Companhia estava dentro dos limites estabelecidos nos contratos de dívida.

 

Escrituração e aditamentos de Debêntures

Índice Sustentabilidade Empresarial 2017 ELPL3 Novo Mercado

Copyright 2018 Eletropaulo - Todos os direitos reservados

Desenvolvido: RIWEB