Administração e Conselhos

A Eletropaulo é administrada por um Conselho de Administração, responsável pelo planejamento e pelas questões estratégicas da empresa. De acordo com o Estatuto Social, o Conselho de Administração é composto por no mínimo cinco membros e no máximo nove membros efetivos. Atualmente, o Conselho de Administração é composto por nove membros.

O mandato dos atuais membros do Conselho de Administração se encerrará na data da realização da Assembleia Geral que examinará as contas da administração da Companhia referentes ao exercício social que findará em 31 de dezembro de 2019.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato
Adriano Cives Seabra Conselheiro Efetivo (Membro Independente)* 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO** de 2020
Alexandre Manoel Angelo da Silva Conselheiro Efetivo (Membro Independente)* 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO** de 2020
Ana Marta Horta Veloso Vice-Presidente do Conselho de Administração  27/04/2018 02/05/2018 Até AGO** de 2020
Bernardino Jesus de Brito Conselheiro Efetivo (Membro Indicado pelos Empregados) 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO** de 2020
Britaldo Pedrosa Soares Presidente do Conselho de Administração 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO** de 2020
Erik da Costa Breyer Conselheiro Efetivo (Membro Independente)* 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO** de 2020
Hélio Lima Magalhães Conselheiro Efetivo (Membro Independente)* 27/04/2018 14/05/2018 Até AGO** de 2020
Julian Jose Nebreda Marquez Conselheiro Efetivo 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO** de 2020
Sérgio Eduardo Weguelin Vieira Conselheiro Efetivo (Membro Independente)* 27/04/2018 14/05/2018 Até AGO** de 2020

* Para fins de governança corporativa, considerar-se-á Independente o conselheiro que: (i) não mantiver qualquer vínculo com a Companhia além de participação em seu capital social; (ii) não for Acionista Controlador, seu cônjuge ou parente até segundo grau, ou não possuir ou tiver possuído vínculo com o Acionista Controlador nos últimos 3(três) anos, por meio de sociedade ou entidade relacionada, salvo nos casos de instituições públicas de ensino e/ou pesquisa; (iii) não tiver sido empregado ou diretor da Companhia, do Acionista Controlador ou de sociedade controlada pela Companhia nos últimos 3 (três) anos; (iv) não for prestador de serviços e/ou fornecedor ou comprador de produtos da Companhia, direta ou indiretamente, em proporção que caracterize relação de dependência; (v) não for vinculado à sociedade ou entidade prestadora ou que demande serviços e/ou produtos à Companhia, na qualidade de funcionário ou administrador, em proporção que caracterize relação de dependência; (vi) não for cônjuge ou parente até segundo grau de administrador da Companhia; e (vii) seja remunerado pela Companhia apenas em virtude do cargo de conselheiro, excluídos valores recebidos por conta de participação no capital social da Companhia. É ainda considerado independente o conselheiro que for eleito mediante faculdade prevista pelo art. 141, §§ 4° e 5º ou pelo art. 239 da Lei das Sociedades por Ações, os quais contemplam quoruns e formas para eleição de membros do conselho pelos acionistas minoritários. (Fonte: B3)

**AGO = Assembleia Geral Ordinária

 

Adriano Cives Seabra é formado em Engenharia Eletrônica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), possui CFA Chartholder, concluiu os cursos para Conselheiros de Administração e para Conselheiros Fiscais do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa-IBGC e de Direito Societário e Mercado de Capitais da Fundação Getúlio vargas-FGV/RJ. Atualmente, é membro titular independente dos Conselhos de Administração da Companhia de Saneamento do Parana – SANEPAR e da CESP – Companhia Energética de São Paulo, e suplente do Conselho fiscal da Copasa. Anteriormente, exerceu as funções de: (i) Vice-presidente do Conselho Fiscal da Copasa em 2017; (ii) Conselheiro na Even Construtura em 2015; (iii) Gestor e Chefe de Análise da Fides Asset Management entre 2015 e 2016; (iv) Gestor e Chefe de Análise da Opus Asset Management entre 2011 e 2015; (v) Co-gestor e Chefe de Analise da Gap Asset Management entre 2004 e 2008; e (vi) Analista de sell side do Banco Garantia no Brasil e na Cidade do México entre 1997 e 2004. Adriano Seabra não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de qualquer atividade profissional ou comercial. Os critérios de independência são determinados pelo Regulamento de Listagem do Novo Mercado.

Alexandre Manoel Angelo da Silva é formado em Economia pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), mestre pela Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas (Epge/FGV) e doutor pela Universidade de Brasília (UnB), com formação complementar na área de regulação de jogos e loterias pela Universidade de Nevada/EUA. É especialista em finanças públicas, com vários trabalhos publicados em jornais, revistas, periódicos especializados, congressos e capítulos de livros. Foi agraciado com o 1º Lugar do Prêmio de Política Fiscal da Comissão Econômica para América Latina (2007) e o 1º Lugar do Prêmio de Finanças Públicas da Secretaria de Orçamento Federal (2008). Atualmente é técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), tendo assumido o seguinte cargo na Administração Pública, secretário na Secretaria de Acompanhamento Fiscal, Energia e Loteria do Ministério da Fazenda (MF/Sefel), de abril de 2018 até o presente momento. Ainda na Administração Pública foi: (i) subsecretário de governança fiscal e regulação de loteria na MF/Sefel, de 2016 a 2018; (ii) coordenador-geral de política fiscal na Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda no período de 2003 a 2004, e de 2007 a 2008; e (iii) secretário municipal de projetos estratégicos na Prefeitura de Maceió de 2013 a 2016. Alexandre Manoel não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de qualquer atividade profissional ou comercial. Os critérios de independência são determinados pelo Regulamento de Listagem do Novo Mercado.

Ana Marta Horta Veloso é membro efetiva do Conselho de Administração da Companhia desde janeiro de 2018 e membro dos Comitês de Auditoria e de Remuneração e Pessoas. É formada em economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Mestre em Economia Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Nos últimos 5 anos exerceu a função de: (i) Presidente, Diretora de Relações com Investidores e membro do Conselho de Administração da Light S.A., de dezembro de 2015 a junho de 2017; (ii) Diretora Estatutária da Equatorial Energia S.A. de novembro de 2008 a dezembro de 2015; (iii) Membro do Conselho de Administração da Companhia Energética do Maranhão - CEMAR S.A., de 2008 a 2015; (iv) Membro do Conselho de Administração da Centrais Elétricas do Pará - CELPA S.A., de 2012 a 2015; (v) Membro do Conselho de Administração da Geradora de Energia do Norte S.A., de 2008 a 2015. Foi ainda: (i) membro suplente do Conselho de Administração da Light S.A., de 2006 a 2011; (ii) membro dos Comitês de Auditoria, Gestão e RH da Light S.A., de 2006 a 2011; (iii) membro suplente do Conselho da Light Serviços de Energia S.A., de 2006 a 2011; (iv) membro do Conselho da Rio Minas Energia S.A., de 2006 a 2011; (v) membro do Conselho de Administração da Equatorial Energia S.A., de 2006 a 2008; (vi) membro do Conselho de Administração da Net Serviços de Comunicação S.A., de 1999 a 2000; (vii) membro do Conselho de Administração da Klabin S.A., de 2003 de 2004; (viii) membro do Conselho de Administração da Valepar S.A, em 2003; (ix) membro suplente do Conselho de Administração da Vale S.A., de 2003 a 2004; e (x) membro do Conselho de Administração da Acesita S.A., de 2003 de 2004. Ana Marta não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de qualquer atividade profissional ou comercial. Os critérios de independência são determinados pelo Regulamento de Listagem do Novo Mercado.
 

Bernardino Jesus de Brito é eletrotécnico-projetista do sistema elétrico com graduação alternativa em gestão pública, pós graduado em engenharia elétrica e curso de extensão em finanças internacionais. Atualmente é: (i) dirigente sindical dos eletricitários; (ii) secretário de formação do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo e da Federação Nacional em Água, Energia e Meio Ambiente - Fenatema; e (iii) Presidente da Executiva Nacional do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos - DIEESE. Foi Diretor da Executiva Nacional do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos a DIEESE, de 2014 a 2017. Nos últimos 5 anos, Bernardino Brito não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

Britaldo Pedrosa Soares é membro efetivo do Conselho de Administração da Companhia desde abril de 2008 e Presidente do Conselho de Administração desde 1º de abril de 2016. É também membro do Comitê de Auditoria da Companhia desde janeiro de 2018. É graduado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com pós-graduação em Engenharia Econômica e Financeira na Fundação Dom Cabral e participou em diversos programas de educação executiva, dentre os quais o Senior Management Executive Program e o Finance Development Program, ambos na Darden School of Business – University of Virginia. Atualmente é: (i) membro do Conselho de Administração da Associação Brasileira da Infraestrutura e Industria de Base – ABDIB, desde 2011, e Vice-Presidente deste Conselho, desde 2017; (ii) conselheiro sênior da Cypress Associates, desde 2016; (iii) membro do Comitê de Energia da Klabin S.A.; (iv) membro do Conselho Estratégico da Nexans do Brasil, desde abril de 2018; e (v) Presidente do Comitê de Competitividade da Câmara Americana de Comércio - AMCHAM Brasil, desde 2017. Foi: (i) Presidente do Conselho de Administração da AES Tietê Energia S.A. de abril de 2016 a abril de 2018; (ii) membro do Conselho de Administração, membro do Comitê Executivo e Presidente do Comitê de Advocacy da Câmara Americana de Comércio - AMCHAM Brasil, de 2011 a 2016; (iii) membro do Conselho de Administração do Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, de 2008 a 2016; (iv) membro do Conselho de Administração da Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG (companhia aberta cuja principal atividade é a atuação no setor de energia elétrica), de 2009 a 2011; (v) membro do Conselho de Administração da Dayton Power & Light, Ohio – USA, de 2012 a 2013; (vi) membro do Conselho de Administração da AES Gener S.A. (companhia aberta no Chile cuja principal atividade é a atuação no setor de energia elétrica), de 2008 a 2011; (vii) membro do Conselho de Administração do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças de São Paulo – IBEF, de 2006 a 2007; e (viii) membro do Conselho de Administração da Eletricidad de Caracas, de 2006 a 2007. Exerceu ainda as seguintes funções: (i) Vice-Presidente Financeiro da Prisma Energy International, de 1999 a 2005; (ii) Diretor Financeiro / Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores da Prisma Energy para o Brasil, Bolívia e Argentina, da Enron América do Sul, de 2001 a 2003, e de sua distribuidora de energia elétrica Elektro Eletricidade e Serviços S.A. (companhia aberta que atua no setor de geração, distribuição e transmissão de energia, de 1999 a 2003), quando liderou toda a reestruturação financeira dos negócios da Enron Corp no Brasil após a sua falência nos Estados Unidos (2001); (iii) Presidente e CEO, no Grupo CAEMI/Jari, da Jari Celulose S.A. (de 1992 a 1998) e Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da unidade de negócios de celulose e produtos florestais; (iv) Vice-Presidente de Finanças Corporativas e Banco de Investimento do Citibank N.A.; (vi) Presidente e CEO do Grupo AES no Brasil (2007 a 2016); e Diretor Financeiro / Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores para o Brasil (de 2005 a 2007). Nos últimos 5 anos, Britaldo Pedrosa Soares não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.
 

Erik da Costa Breyer é membro efetivo do Conselho de Administração da Companhia desde janeiro de 2018. É bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense, possui MBA em Finanças e Mercado de Capitais pela FGV, MBA em Gestão Empresarial e Mestrado em Estratégia Empresarial pela PUC-MG/Fundação Dom Cabral. Atualmente é: (i)Diretor Presidente da Invepar S.A; e (ii) membro efetivo do Conselho de Administração da AES Tietê Energia S.A. Anteriormente, também exerceu as funções de: (i) Diretor Vice-Presidente Administrativo-Financeiro e de Relações com Investidores da Invepar S.A. de 2015 a 2016; (ii) Diretor Executivo Financeiro - CFO da Neoenergia S.A. e todas as suas subsidiárias. Neoenergia é a controladora das distribuidoras de eletricidade Coelba, Celpe e Cosern, bem como várias empresas de geração e transmissão de energia elétrica, de 2004 a 2015; (iii) Diretor Executivo de Geração e Novos Negócios da Neoenergia S.A de 2013 a 2014. Foi: (i) Presidente do Conselho de Administração da Companhia Hidrelétrica Teles Pires, da Hidrelétrica Águas da Pedra e membro titular do Conselho de Administração da Energética Corumbá III de 2013 a 2015; (ii) Membro titular e presidente do Conselho de Administração da Alog Data Centers S.A, empresa líder no Rio de Janeiro de serviços de Data Center, de 2005 a 2011; (iii) Presidente do Conselho de Administração da Petrobahia, empresa de distribuição de combustíveis com operações no estado da Bahia, de 2002 a 2004; e (iv) Membro titular do Conselho de Administração da Cremer S.A - empresa de manufatura de material médico hospitalar, de 1999 a 2002. Erik da Costa Breyer não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Os critérios de independência são determinados pelo Regulamento de Listagem do Novo Mercado.

Hélio Lima Magalhães é formado em engenharia elétrica e Ciência da Computação pela The George Washington University (Washington DC / US) e pós-graduado em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Atualmente é: (i) Presidente do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio do Brasil (São Paulo); e (ii) membro do Conselho de Administração da Federação Brasileira de Bancos – Febraban (São Paulo). Nos últimos 5 anos também exerceu a função de: (i) Presidente da Global Network Services para a Região das Américas (New York/US), de 2010 a 2012; e (ii) Presidente do Citi Brasil (São Paulo) de 2012 a 2017. Foi: (i) membro do Conselho de Administração do Movimento Brasil Competi2tivo - MBC (São Paulo) de 2004 e 2006; (ii) membro do Conselho de Administração da Fundação Prêmio Nacional da Qualidade (São Paulo) de 2003 a 2006; (iii) membro do Conselho de Administração e membro do Comitê Executivo do Brasil US Business Council (Washington/US) de 2012 a 2017; (iv) membro do Conselho de Administração da Elavon do Brasil (Empresa de Meios de Pagamento) de 2012 a 2015; (v) presidente do Conselho de Administração da Elavon do Brasil (Empresa de Meios de Pagamento) de 2015 a 2016; (vi) membro do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio do Brasil(São Paulo) de 2003 a 2005;(vii) presidente do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio do Brasil (São Paulo) de 2005 a 2006. Hélio Lima Magalhães não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de qualquer atividade profissional ou comercial. Os critérios de independência são determinados pelo Regulamento de Listagem do Novo Mercado.

Julian Jose Nebreda Marquez é membro efetivo do Conselho de Administração da Companhia desde março de 2016. É formado em Direito desde 1988 pela Universidad Católica Andrés Bello, em Caracas/Venezuela, com mestrado em Commom Law Studies e Securities and Financial Regulations pela Georgetown University Law Center nos Estados Unidos da América em 1990. Atualmente é Presidente do grupo AES Brasil. Nos últimos cinco anos, exerceu a função de Presidente da unidade de negócios da Europa do grupo AES, sendo responsável pelos negócios na Bulgária, Jordânia, Cazaquistão, Holanda e Reino Unido. Além desta, também exerceu as seguintes funções: (i) Conselheiro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (organização financeira internacional), de julho de 1993 até abril de 1999; e (ii) Conselheiro de Administração da Companhia, de setembro de 2008 até abril de 2009. Nos últimos 5 anos, Julian Nebreda não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Sergio Eduardo Weguelin Vieira é formado em Economia pela Universidade Candido Mendes (Rio de Janeiro), com mestrado em Economia Política pela The New School for Social Research (Nova Iorque / EUA). Atualmente é: (i) sócio da Maker Investimentos Criativos Ltda. (estruturadora de projetos com foco territorial-urbano (revitalização) e financeiro); (ii) administrador de carteiras registrado na CVM; e (iii) Membro do Conselho de Administração do Centro de Tecnologia Canavieira - CTC, da Fundação Flora e da AES Tietê Energia S.A. Sergio Weguelin foi: (i) Diretor de Investimentos da Fundação de Assistência e Previdência social do BNDES – FAPES (Fundo de Pensão do BNDES e dos empregados da FAPES), de 2015 a setembro de 2016; (ii) Sócio da BRZ Investimentos (gestora independente de recursos controlada pela GP Investimentos), de 2013 a de 2015; (iii) no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES (“BNDES”) foi: (a) Superintendente da Área de Meio Ambiente, de janeiro de 2009 a junho de 2013; (b) Chefe do Departamento de Mercado de Capitais, de janeiro de 2002 a outubro de 2004; e (c) Chefe do Departamento de Desenvolvimento de Novos Produtos, de julho de 2000 a dezembro de 2001; (iv) Superintendente da BNDES Participações S/A – BNDESPAR, de julho de 1995 a junho de 2000; (v) Diretor da Comissão de Valores Mobiliários – CVM, de 2004 a 2008; (vi) Membro do Conselho de Administração da: (a) Amata; (b) Companhia Paranaense de Energia (COPEL); (c) Terminal de Granéis de Santa Catarina – TGSC; (vii) membro do Comitê de Sustentabilidade da Fibria; (viii) Membro da Câmara de Derivativos da BM&FBovespa. Nos últimos 5 anos, Sergio Weguelin não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de qualquer atividade profissional ou comercial. Os critérios de independência são determinados pelo Regulamento de Listagem do Novo Mercado.

A Companhia conta com um Conselho Fiscal que, de acordo com seu Estatuto Social, é composto por no mínimo três e no máximo cinco membros efetivos e seus respectivos suplentes. O Conselho Fiscal da Companhia é atualmente composto por seis membros.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato
Louise Barsi Conselheira Suplente 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO* de 2019
Maria Carmen Westerlund Montera Conselheira Suplente 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO* de 2019
Mario Daud Filho Conselheiro Efetivo 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO* de 2019
Mário Shinzato Conselheiro Efetivo 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO* de 2019
Newton Akira Fukumitsu Conselheiro Suplente 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO* de 2019
Wilton de Medeiros Daher Conselheiro Efetivo 27/04/2018 02/05/2018 Até AGO* de 2019

*AGO = Assembleia Geral Ordinária

Louise Barsi é formada em Ciências Econômicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em dezembro de 2015 e em Ciências Contábeis pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) em dezembro de 2017. Cursando pós-graduação em Mercado de Capitais pela FECAP, com conclusão estimada para dezembro de 2019. Atualmente é: (i) Analista de Investimentos pela Elite CCVM (Corretora de Valores Mobiliários); (ii) conselheira de administração efetiva da - Eternit S.A; (iii) conselheira fiscal suplente da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A.; e (iv) conselheira de administração suplente da Unipar Carbocloro S.A. Foi: (i) estagiária da Ordem dos Economistas do Brasil, de setembro de 2013 a janeiro de 2015; (ii) estagiária de Research da Elite CCVM, de fevereiro de 2015 a março de 2017; (iii) conselheira Fiscal efetiva da Unipar Carbocloro S.A., de abril de 2016 a outubro de 2017. Nos últimos 5 anos, Louise Barsi não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Maria Carmen Westerlund Montera é economista formada pela Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro da Universidade Candido Mendes, é também bacharel em Letras pela PUC/RJ, com especialização em Mercado de Capitais na EPGE/FGV/RJ. Atualmente é membro suplente do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A, desde maio de 2014, membro do Conselho Fiscal da AES Tietê Energia S.A. e membro suplente do Conselho Fiscal da Brasiliana Participações desde abril de 2017, membro suplente do Conselho Fiscal da Klabin S.A. desde março de 2017 e membro do Conselho fiscal do Banrisul S.A. desde março de 2018. É também membro do Comitê de Auditoria e Riscos da BR Insurance S.A. desde janeiro de 2017 e membro do Comitê de Auditoria e Riscos da Tupy S.A desde 2009. Foi gerente na BNDES Participações S.A.- BNDESPAR responsável pelo investimento em empresas e em fundos de investimentos, de 1987 a 2002, chefe do Departamento de Comunicação e Cultura do BNDES em 2004 e economista do Departamento de Gestão e Acompanhamento da Carteira da BNDESPAR de 2005 a junho de 2013. Foi também membro do Conselho de Administração da Tupy S.A. de 2006 a 2013 e da Cia de Distribuição de Gás do Rio de Janeiro (cia aberta concessionária distribuidora de gás) de 2006 a 2012, membro do Conselho Fiscal da AES Elpa em 2011-2013 e da AES Tietê S.A em 2011- 2013,2014-2015, membro do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo em 2011-2013,e membro do comitê de governança e gestão de pessoas da Tupy S.A em 2009-2016. Foi ainda, membro do Conselho de Administração e dos comitês financeiro e de gestão da Brasil Ferrovias e da Ferronorte S.A (cias abertas concessionárias de ferrovias), membro do comitê de investimentos do Fundo FIP Brasil Energia e do Fundo de Petróleo, Gás e Energia e membro do Conselho de Administração de Spes prestadoras de serviços para a Petrobrás (Companhia de Recuperação Secundária CRSEC, Marlim Participações e Nova Marlim Participações) e membro suplente do Conselho de Administração da Net Serviços de Comunicação SA e do comitê de Finanças da Telemar Participações SA. Nos últimos 5 anos, Maria Montera não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Mario Daud Filho é formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) em 1982, também é certificado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa -IBGC (conselho de administração).Atualmente é: (i) Diretor Jurídico e de Compliance da Videolar-Innova S.A., atuando principalmente nas áreas de contratos, societária e tributária; (ii) membro do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A (ii) membro do Conselho Consultivo do grupo NC Farma; e (iii) membro da Comissão Técnica da Associação de Investidores em Mercado de Capitais pela GF (Geração Futuro)Gestão de Recursos Ltda. Foi Gerente Jurídico da Camargo, Correa, Consultor Geral-Jurídico da BP Biocombustíveis S.A., e Gerente Jurídico e de Relações Governamentais da Videolar S.A. Nos últimos 5 anos, Mario Daud Filho não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Mário Shinzato é Bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo – FACESP em 1984, com MBA (Master in Business Administration) pelo IBMEC em 1998 e Mestrado em Contabilidade pela Pontifícia da Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) em 2010. É membro do conselho fiscal da AES Tietê Energia S.A. desde janeiro de 2016, da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. e da Brasiliana Participações S.A. desde maio de 2017 (todas companhias abertas). Ao longo de sua carreira profissional gerenciou trabalhos de auditoria independente, pela Deloitte Touche Tohmatsu, em diversas companhias abertas e atuou como gerente na área de controladoria do Grupo AES Brasil. Nos últimos cinco anos, exerceu a função de gerente BRGAAP/ Gerente de Projeto do grupo AES Brasil de janeiro de 2008 a julho de 2015. Atualmente, está atuando como consultor na Taticca Auditores e Consultores. Participou de diversos cursos de especialização, dentre os quais destacam-se: (i) Cost Management and Controlling pela SAP; (ii) Accounting for Contingencies pela PricewaterhouseCoopers; (iii) Demonstrações Contábeis pelo Ibracon; (iii) IFRS training for AES Latin America and Africa Region pela Deloitte Touche Tohmatsu LLP; (iv) VIII Seminário Internacional CPC “As Normas Internacionais de Contabilidade” pela Fundação de Apoio ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis - FACPC. Mário Shinzato não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Newton Akira Fukumitsu é técnico em Contabilidade pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - FECAP, em 1987, bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo – FACESP, em 1993, com Pós Graduação em Controladoria e Auditoria pela Universidade Ibirapuera – UNIB, em 1999, MBA Executivo em Finanças Corporativas – IBMEC/SP, em 2004, MBA Executivo em Gestão Corporativa do Negócio de Energia pela Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM, em 2011, e MBA em Gestão de Soluções Compartilhadas – SENAI/SC, em 2017. Atualmente é: (i) membro do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A ; (ii) Superintendente de Soluções Compartilhadas, desde abril de 2017; e (ii) membro suplente do Conselho Fiscal da AES Tietê Energia S.A. desde janeiro de 2016. Nos últimos anos, além desta, exerceu a função de: (i) Gerente de Soluções Compartilhadas da Arteris S.A., de agosto de 2014 a março de 2017 (ii) Gerente de Contabilidade Gerencial da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. e como contador responsável de outras empresas do mesmo grupo econômico, de agosto de 2006 a julho de 2014; (iii) Gerente de Contabilidade da Elektro – Serviços de Eletricidade S.A., de junho de 1998 a junho de 2006; (iv) Conselheiro Fiscal titular da Fundação CESP de março de 2007 a julho de 2014; (v) Conselheiro Fiscal titular da Fundação do Patrimônio Histórico da Energia e Saneamento de janeiro de 2001 a junho de 2006; e (vi) Representante suplente da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. no Comitê de Investimento da Fundação CESP de janeiro de 2003 a dezembro de 2005. Nos últimos 5 anos, Newton Fukumitsu não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Wilton de Medeiros Daher é graduado em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, em 1972, em Administração de Empresas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, em 1975. Tem especialização em Comércio Exterior pela UDF – Centro Universitário, em 1984, e pós-graduação em Finanças e Administração pela FEA/USP, 1994, e mestrado em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza, em 2006. É sócio fundador da Inter Consulting Empresarial, empresa de consultoria em gestão empresarial, em Fortaleza, Ceará. Em 2013, participou do Corporate Board Leadership Program, do IFC/World Bank. É Conselheiro de Administração e Fiscal Certificado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), desde 2010. Foi (i) Superintendente estadual do Banco do Brasil no Estado do Ceará, de janeiro de 1992 a janeiro de 1995; (ii) membro do Conselho de Administração de Empresa Familiar do setor de Segurança Patrimonial, de agosto de 2013 até o presente; (iii) membro do Conselho de Administração de Empresa Familiar do setor de Logística Fracionada e Retroportuária, de junho de 2014 a fevereiro de 2016; (iv) membro do Conselho de Administração da ALL- America Latina Logística, de abril de 2013 a abril de 2015; (v) membro efetivo do Conselho Fiscal “Turbinado” da CPFL Energia, de abril de 2009 a abril de 2013; (vi) membro efetivo do Conselho de Administração da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig Holding, da Cemig Distribuidora e da Cemig Geração e Transmissão, de abril de 2006 a abril de 2009; (vii) membro efetivo do Comitê de Governança Corporativa da Cemig Holding, da Cemig Distribuição e da Cemig Geração e Transmissão, de agosto de 2006 a abril de 2009; (viii) membro efetivo do Comitê de Assessoramento ao Conselho de Administração da Cemig Holding, da Cemig Distribuição e da Cemig Geração e Transmissão, de agosto de 2006 a abril de 2009; (ix) membro efetivo do Conselho Fiscal da Duratex S.A., de abril de 2004 a abril de 2006; (x) membro efetivo do Conselho Fiscal da Neoenergia S.A., de abril de 2003 a abril de 2004; (xi) Vice-presidente da Federação das Associações do Comércio, Indústria, Agropecuária e Serviços do Estado do Ceará – FACIC, de março de 2006 a março de 2010. Atualmente é: (i) membro do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A ; (ii) conselheiro fiscal efetivo da Metalúrgica Gerdau S.A. e da Eletropaulo S.A., e (iii) Vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças – IBEF/CE, desde 2011. Nos últimos 5 anos, Wilton de Medeiros Daher não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

A Diretoria Executiva é composta por seis membros, incluindo o presidente. Os membros da Diretoria Executiva desempenharão suas funções de acordo com o objeto social da Companhia, conduzindo normalmente os negócios e operações com estrita observância das disposições do Estatuto Social, das decisões das Assembleias Gerais de Acionistas e do Conselho de Administração.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato Foi eleito pelo controlador
Charles Lenzi Presidente 01/04/2016 04/04/2016 31/03/2019 Sim
Marcelo Antônio de Jesus Diretor Vice-Presidente e de Relações com Investidores 15/09/2017 01/10/2017 31/03/2019 Sim
Déborah Meirelles Rosa Brasil Diretora Vice- Presidente de Assuntos Legais, Compliance e Auditoria Interna 12/07/2018 12/07/2018 31/03/2019 Sim
Carlos Ewandro Naegele Moreira Diretor Vice-Presidente de Recursos Humanos 12/07/2018 12/07/2018 31/03/2019 Sim
Sidney Simonaggio Diretor Vice-Presidente de Relações Externas 01/04/2016 04/04/2016 31/03/2019 Sim
Artur Manuel Tavares Resende Diretor Vice-Presidente de Operações 04/10/2017 01/11/2017 31/03/2019 Sim

Charles Lenzi é Diretor Presidente da Companhia desde 1º de abril de 2016. Possui Mestrado em Administração de Empresas pela PUCRS, pós graduação em Gestão Estratégica e Finanças, com graduação em Engenharia Elétrica pela PUC do Rio Grande do Sul. Charles possui mais de 25 anos de experiência em cargos de gestão, com 18 anos de experiência no setor de energia. Desempenhou posições de liderança na Companhia e em outras empresas de distribuição na Índia e Venezuela. Em sua experiência anterior, atuou como Presidente Executivo da ABRAGEL (Associação Brasileira de Geração de Energia Limpa). Nos últimos 5 anos, Charles Lenzi não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Marcelo Antonio de Jesus é Diretor Vice-Presidente e de Relações com Investidores da Companhia desde outubro de 2017. É formado em Administração de Empresas pelo IMES-Instituto de Ensino Superior de São Caetano do Sul em 1993 e possui MBA (Master Business Administration) pela Fundação Dom Cabral. Nos últimos cinco anos exerceu, além desta, a função de: (i) Diretor de Controladoria e Planejamento Tributário no Grupo AES Brasil; também exerceu o cargo de Diretor de Planejamento Tributário nas empresas: (ii) TAM Linhas Aéreas S.A - Latam Airlines Group de novembro de 2012 a novembro de 2013; (iii) Flora Higiene e Beleza de novembro de 2011 a outubro de 2012; (iv) Syngenta de julho de 2010 a novembro de 2011; (v) AES Latin America & Caribbean de dezembro de 2004 a julho de 2010; (vi) membro suplente do conselho de administração da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. de abril de 2015 a janeiro de 2018; (vii) membro suplente do Conselho de Administração da AES Tietê S.A. de abril de 2015 a dezembro de 2015; (viii) membro suplente do Conselho de Administração da AES Tietê Energia S.A. de janeiro de 2016 a novembro de 2017; e (ix) membro suplente do Conselho de Administração da AES Elpa S.A. de abril de 2013 a novembro de 2017. Nos últimos 5 anos, Marcelo de Jesus não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em  julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Sidney Simonaggio é Diretor Vice-presidente da Companhia desde janeiro de 2012. Formado em Engenharia Elétrica na modalidade Eletrotécnica pela Faculdade de Engenharia Industrial de São Bernardo do Campo - SP, com mestrado sem dissertação na área de Sistema de Potência pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – SP, e também advogado formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – Porto Alegre – RS. Nos últimos anos, além dessas, exerceu as seguintes funções: (i) Vice Presidente de Operações da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A.; (ii) Diretor Executivo de Operações da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. de abril de 2010 a dezembro de 2011; (iii) Vice-Presidente Corporativo de Operações da Rede Energia S.A. (companhia aberta que atua no setor de geração, distribuição e transmissão de energia) de agosto de 2007 até abril de 2010; (iv) Vice-Presidente Executivo da ENERSUL S.A. (companhia aberta que atua no setor de distribuição de energia) de setembro de 2008 até abril de 2010; (v) Sócio-Diretor na Simonaggio Advogados Associados (sociedade de advogados que atua na prestação de serviços jurídicos) de maio a julho de 2007; (vi) Vice-Presidente de Assuntos Regulatórios do Grupo AES Brasil de abril 2016 a novembro de 2017; e (vii) membro efetivo do conselho de administração da AES Elpa S.A. (companhia aberta cuja principal atividade é a atuação no setor de energia elétrica) de dezembro de 2011 a novembro de 2017. Nos últimos 5 anos, Sidney Simonaggio não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Artur Manuel Tavares Resende é Diretor Vice-Presidente da Companhia desde novembro de 2017. Formado em Tecnologia na Universidade Simón Bolívar e possui estudos de especialização, programa executivo e MBA (Master Business Administration) em instituições nacionais e internacionais: Fundação Dom Cabral, Darden School of Business, Fundação Getulio Vargas, Universidade Central da Venezuela e Estudios Superiores y de Administración (IESA) em Caracas. Nos últimos cinco anos, exerceu as seguintes funções: (i) Diretor Comercial da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. de novembro de 2016 a outubro de 2017, quando assumiu o cargo de Vice-Presidente de Operações (Chief Operating Officer); (ii) Diretor de Gestão da Receita da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. de abril de 2016 a novembro de 2016; e (iii) Diretor de Clientes Públicos (Setor Governamental) na Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. de dezembro de 2011 a abril de 2016. Nos últimos 5 anos, Artur Tavares não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Comitê de Sustentabilidade

Composto por, no mínimo, 5 e, no máximo, 10 membros, sendo um deles conselheiro de administração, preferencialmente independente e executivos da diretoria da Companhia.

 

Comitê Estatutário de Estratégia, Inovação e Sustentabilidade

Composto por 3 a 5 membros, conselheiros ou não, eleitos e destituídos pelo Conselho de Administração.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato
Bernardino Jesus de Brito Membro do Comitê (efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 Até AGO de 2020
Britaldo Pedrosa Soares Membro do Comitê (efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 Até AGO de 2020
Sérgio Eduardo Weguelin Vieira Membro do Comitê (efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 Até AGO de 2020
Hélio Lima Magalhães Presidente do Comitê 11/05/2018 14/05/2018 Até AGO de 2020
Erik da Costa Breyer Membro do Comitê (efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 Até AGO de 2020

 

Comitê Estatutário de Remuneração e Pessoas

Composto por 3 a 5 membros que sejam conselheiros de administração, sendo que um membro será necessariamente conselheiro independente.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato
Ana Marta Horta Veloso Membro do Comitê (efetivo) 23/01/2018 24/01/2018 06/06/2019
Cibele Castro Presidente do Comitê 11/05/2018 15/05/2018 06/06/2019
Erik da Costa Breyer Membro do Comitê (efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 06/06/2019
Hélio Lima Magalhães Membro do Comitê (Efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 06/06/2019
Julian Jose  Nebreda Marquez Membro do Comitê (efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 06/06/2019

 

Comitê Estatutário de Auditoria

Composto por 3 a 5 membros eleitos pelo Conselho de Administração, composto por conselheiros, sendo ao menos um conselheiro independente.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato
Ana Marta Horta Veloso Membro do Comitê (Efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 2 anos
Alexandre Manoel Angelo da Silva Membro do Comitê (Efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 2 anos
Adriano Cives Seabra Membro do Comitê (Efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 2 anos
Britaldo Pedrosa Soares Membro do Comitê (Efetivo) 11/05/2018 14/05/2018 2 anos
Roberto Lamb Presidente do Comitê 11/05/2018 14/05/2018 2 anos

 

O Comitê de Auditoria e o Comitê de Remuneração e Pessoas, se tornaram estatutários após a migração da Companhia para o segmento do Novo Mercado de governança corporativa. Quanto ao Comitê de Sustentabilidade, apesar de não ser um comitê estatutário, possui conselheiro da Companhia em sua composição. Todos os comitês foram criados com o objetivo de assessorar o Conselho de Administração da Companhia nas tratativas de temas relevantes e contam com a participação de conselheiros independentes e, em alguns casos, especialistas.

Índice Sustentabilidade Empresarial 2017 ELPL3 Novo Mercado

Copyright 2018 Eletropaulo - Todos os direitos reservados

Desenvolvido: RIWEB